Esta receita foi pensada para ser a mais simples possível, eliminei todos os processos desnecessários e vou explicar cada passo de forma bem detalhada, pensando em quem não tem experiência na panificação.

Aqui no Brasil, na maioria das regiões, quando a gente fala em pão caseiro, geralmente as pessoas imaginam aquele pão fofinho que leva ovo, leite, a massa é aberta no rolo ou cilindro e é enrolada durante a modelagem. Para esse tipo de massa, temos uma outra receita aqui no Amo Pão Caseiro.

Pão caseiro

  • Rendimento: 1 pão de 500 g. Para fazer 2 pães é só você dobrar os ingredientes. E neste caso, os tempos de fermentação continuam os mesmos.
  • Tempo de manuseio: 40 minutos
  • Tempo total de preparo: 3 a 4 horas

Ingredientes

  • 360 g (3 xícaras) de farinha de trigo
  • 230 g (1 xícara) de água
  • 4 g (½ sachê) de fermento biológico seco
  • 7 g (½ colher de sopa) de sal

Modo de preparo

  1. Em uma tigela grande, adicione 360 gramas de farinha de trigo. Isso equivale a aproximadamente 3 xícaras. Use qualquer farinha de trigo que você encontrar no mercado, só não pode ser aquelas que já vem com fermento. Aqui no canal tem um vídeo onde eu indico as marcas de farinha que mais eu utilizo
  2. Nessa receita vamos usar o fermento biológico seco instantâneo, que vem em um sachê de 10 g. Se você só tiver o fermento biológico fresco, aquele pastoso vendido em tablete, multiplique a quantidade de fermento por 3
  3. Precisamos de 4 g de fermento biológico seco. Mesmo usando uma balança de precisão, é difícil pesar tão pouca quantidade. Então a gente faz o seguinte: o sachê de fermento tem 10 g, despeje toda quantidade em um pires e faça a divisão de forma visual. 4 g seriam um pouco menos da metade do pacote
  4. De sal são 7 gramas. Isso dá aproximadamente meia colher de sopa
  5. Vamos adicionar o fermento e o sal na tigela. O fermento de um lado e o sal de outro. Neste momento é interessante não deixar esses dois ingredientes em contato direto para que o fermento não perca sua força
  6. Misture bem os ingredientes secos e aproveite para abrir um buraco no meio da farinha
  7. Acrescente a água, mas não coloque tudo, reserve um pouco no copo. Cada marca de farinha possui uma capacidade diferente de absorção. Nas primeiras tentativas, é melhor deixar a massa mais dura do que mole, pois podemos fazer a correção antes de começar a sova, conforme você vai ver logo mais
  8. Comece misturando com uma colher e depois use as mãos. Tente sujar apenas uma das mãos, a outra fica limpa para segurar a tigela. Aproveite toda farinha que ficar grudada nas laterais
  9. Agora vamos colocar a massa na bancada. Antes de começar a sovar, mas já com todos os ingredientes bem incorporados, sinta a consistência da massa
  10. Aqui, o segredo é você tentar usar o máximo de água que conseguir. Quanto mais água, mais leve vai ficar o miolo do pão. O problema é que se você ultrapassa o limite de água que a farinha é capaz de absorver, a massa vai ficar grudenta e difícil de manipular. Então, nas primeiras vezes, não use muita água pode deixar a massa um pouco mais dura
  11. Eu adiciono a água bem aos poucos, coloco uma ou duas tampinhas de garrafa de cada vez, misturo e verifico novamente a consistência
  12. Para finalizar, vamos modelar uma bola, cobrir e deixar descansando por 10 minutos antes de começar a sovar Durante essa pausa a farinha vai absorver melhor a água e a sova ficará mais fácil
  13. Para esse tipo de massa mais firme, vamos usar o método de sova clássico: Segure uma ponta com uma das mãos e empurre a massa sobre a bancada utilizando a base da palma da outra mão
  14. Não precisa colocar força e nem rasgar a massa. Dobre ou enrole a massa sobre si mesma, de volta ao ponto inicial
  15. Agora é só virar em 90º com a emenda para cima e repetir o movimento. A sova deve durar aproximadamente 10 minutos
  16. Após esse período, é importante que a massa esteja bem lisa e elástica. Se sentir necessidade, sove por mais 5 minutos
  17. Coloque a parte lisa para cima, modele uma bola usando as duas mãos e volte a massa para a tigela
  18. Cubra novamente com um pano e deixe descansar por cerca de 1 hora até dobrar de tamanho (se estiver calor é mais rápido)
  19. Enquanto a massa descansa, pegue uma assadeira e unte com um pouco de manteiga ou óleo para não grudar
  20. Nesta primeira fermentação, a massa deve crescer, mas não de forma exagerada. Se crescer demais, vai perder estrutura, o pão vai ficar achatado e não vai dourar
  21. Use a ponta dos dedos para descolar a massa da tigela, sempre com bastante delicadeza
  22. Coloque a massa sobre a bancada, com a parte mais lisa virada para baixo
  23. Se a massa estiver grudando, pode polvilhar um pouco de farinha na bancada.
  24. Amasse um pouco com a ponta dos dedos, sem colocar muita força, até formar um retângulo
  25. Vamos começar a modelagem. Dobre ligeiramente a base da massa para dentro e dobre as duas laterais em direção ao centro, formando um triângulo
  26. Comece a enrolar a massa a partir da ponta do triângulo. Enrole e pressione a massa levemente com a ponta dos dedos
  27. Quando estiver chegando perto da base, utilize os polegares para pressionar a massa sobre a bancada
  28. Mantenha a emenda da massa virada para baixo
  29. Tente utilize as duas mãos e arrastar suavemente a massa sobre a bancada. Isso vai criar uma tensão na superfície e vai ajudar a formar a pestana do pão, aquela parte mais saliente da crosta
  30. Coloque a massa modelada sobre a assadeira untada para aguardar a segunda fermentação
  31. Cubra e deixe descansar por mais 30 minutos
  32. Já pode ligar o forno em 250ºC, pois o preaquecimento também costuma demorar de 20 a 30 minutos.
  33. Para assar esse tipo de pão precisamos de bastante calor, então não tenha medo de usar a máxima temperatura que o seu forno consegue atingir. Não se preocupe, os equipamentos doméstico geralmente não passam de 200ºC, mesmo o termostato indicado mais do que isso
  34. A gente vai precisar de calor apenas na parte de baixo. Se o seu forno tem uma resistência superior, geralmente chamada de gratinador ou função grill, mantenha ela desligada por enquanto.
  35. Precisamos também injetar vapor de água dentro do forno nos minutos iniciais. E como a gente faz isso no forno doméstico? Eu vou ensinar dois métodos:
  36. O primeiro é o mais simples, usamos um borrifador para espalhar água dentro do forno
  37. No segundo método, vamos precisar de 1 ou 2 panos e uma forma de pão ou bolo inglês. Menos de 5 minutos antes de começar a assar o pão, enrole dois panos e coloque dentro da forma. Despeje água fervendo sobre eles e coloque dentro do forno, na parte mais inferior
  38. Use pelo menos um desses métodos para gerar vapor dentro do seu forno. De preferência, use os dois ao mesmo tempo, como nós vamos fazer aqui
  39. Após o descanso, o pão está pronto para entrar no forno
  40. Mas antes é necessário fazer um corte na sua superfície para a crosta não rachar enquanto estiver assando. Não precisa de uma lâmina de padeiro, pode improvisar usando uma faca de serra
  41. Faça um corte de uma ponta a outra do pão. Tente fazer um único movimento, formando uma linha levemente curvada para um dos lados, com cerca de 0,5 centímetros de espessura
  42. Abra rapidamente o forno, coloque a assadeira e borrife um pouco de água
  43. Após 15 a 20 minutos, caso você tenha utilizado o método com os panos enrolados, retire a forma de dentro do forno para cortar o vapor
  44. Agora vamos deixar o pão no forno por mais 20 a 30 minutos até dourar bem. No total serão aproximadamente 50 minutos de forno
  45. Se o pão não dourar neste período e o seu forno tiver a função gratinar ou grill, ligue por 5 minutos, reduzindo a temperatura de 250 para 210ºC
  46. Neste momento o cheiro de pão quentinho já vai ter se espalhado por toda casa
  47. Mas antes de comer, ainda precisamos esperar no mínimo 30 minutos. Eu sei que é difícil esperar, mas se cortar o pão agora o miolo vai ficar todo empelotado.
  48. Coloque o pão para resfriar sobre uma grade de resfriamento, pode usar uma boca de fogão desligada, por exemplo
  49. O pão fica com uma crosta crocante e um miolo bem macio

O primeiro pão costuma ser o mais difícil. Se o seu não der certo, não se preocupe. Repita a receita para ganhar prática e deixe suas dúvidas nos comentários logo abaixo, eu vou responder sempre que possível.

Este é um pão para iniciantes. Se você procura um miolo mais aberto, cheio alvéolos, siga a nossa receita de pão de fermento natural.

Pão Caseiro para Iniciantes