O Pão Pita também conhecido como Pão Sírio ou Pão Árabe é uma receita bem simples, mas existem alguns truques que fazem a diferença. Vamos usar farinha, água, sal, azeite e fermento biológico para fazer um pão achatado que se infla como um balão dentro do forno ou na frigideira.

Receita de Pita (Pão Sírio ou Pão Árabe)

  • Rendimento: 8 discos de 100 gramas
  • Tempo de manuseio:1 hora
  • Tempo total de preparo:2 horas e 30 minutos

Ingredientes

Receita de Pão Sírio

  • 500 g (3 ⅓ xícaras) de farinha de trigo
  • 25 g (2 colheres de sopa) de azeite (5%)
  • 10 g (½ colher de sopa) de sal de cozinha (2%)
  • 5 g (½ sachê) de fermento biológico seco

Utensílios

Modo de preparo

  1. Em uma tigela, adicione 500 g de farinha de trigo comum
  2. Adicione 10 g de sal de cozinha. Isso dá um colher de sopa não muito cheia.
  3. Vamos precisar de 5 g de fermento biológico seco. Como ele costuma vir em um sachê de 10 g, é só dividir pela metade
  4. Não adicione o fermento diretamente sobre o sal, para evitar que ele perca força
  5. Misture os ingredientes sólidos e agora vamos adicionar os líquidos
  6. 25 g de azeite de oliva. Se quiser, pode usar outro óleo vegetal, mas o sabor do azeite é incomparável
  7. 300 g de água filtrada em temperatura ambiente. Se tiver muito calor, use água gelada, se estiver frio, use água morna. Você também pode sovar essa massa em uma batedeira planetária com gancho, neste caso sempre use água gelada e não bata por mais do que 10 minutos em velocidade média.
  8. Misture com uma colher até onde conseguir e depois vamos usar as mãos.
  9. Uma mão segura a tigela e a outra mexe na massa
  10. Ainda não estamos sovando aqui, apenas incorporando todos os ingredientes
  11. Remova a farinha grudada nas laterais tigela e vamos passar a massa para a bancada
  12. Cubra e aguarde 10 minutos antes de começar a sovar
  13. Com essa pausa, a farinha consegue absorver melhor a água e já fica mais elástica
  14. Então vamos começar a sova… você vai usar a base da palma da mão. Segure a massa com uma mão e empurre ela sobre a bancada com a outra. Dobre, vire a massa em 90 graus com a emenda para cima e reinicie o movimento
  15. Não precisa colocar muita força e nem rasgar a massa.
  16. Sove por 10 minutos até a massa ficar mais lisa, brilhante e elástica
  17. Modele uma bola de forma bem rústica e coloque a massa para descansar dentro da tigela
  18. Unte com um pouco de azeite ou óleo para não grudar
  19. Cubra e deixe descansar por 60 minutos até dobrar de volume. Se estiver calor, acima de 30ºC, pode reduzir esse tempo para até 30 minutos
  20. Depois da fermentação, retire a massa com delicadeza da tigela. Evite esticar demais ou parti-la em pedaços
  21. Pressione a massa com os dedos sobre a bancada, até formar um círculo para que possamos dividi-la em pedaços
  22. O mais indicado é utilizar um raspador de massa ou espátula de padeiro
  23. Mas se não tiver, use uma boa faca de cozinha
  24. Divida a massa em 8 pedaços de aproximadamente 100g cada um. Se você não tem uma balança, é só cortar como se fosse uma pizza
  25. Pra fazer a modelagem, coloque a massa com a parte lisa virada para baixo e junte as pontas como uma trouxinha de roupa.
  26. Vire a emenda para baixo e gire suavemente a massa com a lateral das mãos
  27. Sele bem a emenda, se necessário
  28. Um outro jeito de modelar é colocar a massa com a parte lisa pra cima, fazer uma conchinha com as mãos e girar sobre a bancada, sem encostar na massa com a palma da mão. Esse método exige um pouquinho mais de prática
  29. Vamos cobrir as bolinhas e deixar por 15 minutos
  30. Existem duas formas de assar o pão pita: no forno ou na frigideira. Vou ensinar os dois métodos aqui.
  31. Assar na frigideira é um pouco mais prático, mas tem algumas desvantagens. O pão fica mais úmido e não vai dourar de maneira uniforme
  32. Já no forno, o pão fica com uma aparência mais bonita e mais sequinho. O pita que você compra no mercado ou na padaria é assado no forno, eu particularmente prefiro assim.
  33. Se você vai assar no forno, já é hora de preaquecer em 250ºC. Coloque uma assadeira vazia dentro dele. É nela que vamos colocar as massas daqui a pouco
  34. 15 minutos depois de modelar as bolinhas, vamos começar a abrir os discos
  35. Polvilhe um pouco de farinha sobre a bancada, coloque a bolinha e polvilhe mais um pouco mais de farinha
  36. Amasse levemente com a ponta dos dedos, vire a massa e aperte do outro lado, para que fique bem coberta de farinha e não grude
  37. Usar o rolo é bem simples, posicione ele no centro da massa e role até a borda de cima. Volte até a posição central e role até a borda de baixo
  38. Vire a massa, aproveite para agregar mais farinha e repita o movimento. Repare que o rolo vai sempre do centro para as laterais e nunca ao contrário
  39. Vire a massa em 90 graus, deixando a parte mais comprida paralela ao rolo
  40. Tome cuidado para o disco não dobrar enquanto você passa o rolo. Isso vai fazer com que ele rasgue e não vai inflar quando estiver assando
  41. Com uma massa de 100g você consegue abrir um disco de 18 cm. Se não tiver muita prática, 15 cm é suficiente. O pão fica um pouco mais grosso, mas é melhor do que rasgar e não inflar
  42. Pegue um pano de linho ou algodão, polvilhe um pouco de farinha e espalhe com as mãos
  43. Conforme você abre os discos, coloque eles sobre o pano. Se deixá-los sobre a bancada eles podem grudar
  44. Quando você terminar de abrir a última massa, o primeiro disco aberto já estará pronto para ser assado. Mantenha uma ordem para que você possa assar os pães nesta sequência.
  45. Mantenha os discos cobertos para não ressecar
  46. Uma dica importante ao assar os pães: vire o disco de ponta cabeça ao colocar no forno ou na frigideira. Então, o lado que ficou para cima durante o descanso, vai ficar para baixo no fogo. Se você não fizer isso, um lado do pão vai ficar com o miolo mais grosso do que o outro.
  47. Com o forno já bem quente, vamos colocar duas massas para assar. Lembrando que a assadeira também estava preaquecendo, ela precisa estar bem quente para receber a massa
  48. Os pães irão estufar dentro do forno em 2 ou 3 minutos. Depois é só deixar mais 5 minutos até assar bem. No total serão no máximo 8 minutos de forno.
  49. Se o seu equipamento tem uma resistência na parte superior, chamada de gratinador ou função grill, pode manter ela ligada para dourar bem a crosta do pão
  50. Sem o gratinador, o pão vai ficar branquinho, mas não tem problema, depois é só você finalizar ele na frigideira.
  51. Assim que tirar os pães do forno, é importante cobrir com um pano e deixar assim por uns 15 a 30 minutos. Isso vai evitar que eles fiquem muito ressecados
  52. Agora vamos ver como assar o pão pita na frigideira antiaderente
  53. Ligue o fogo e deixe esquentar por 5 minutos. Mantenha a chama entre média e forte. Faça o teste da temperatura nas primeiras massas, um fogo muito quente vai queimar o fundo, muito frio não irá fazer o pão crescer
  54. Coloque a massa na frigideira, lembrando que o lado que estava encostado no pano, agora fica pra cima
  55. As primeiras bolhas aparecem logo aos 30 segundos, neste momento, já pode virar o disco
  56. É só esperar o pão inflar, isso costuma acontecer em mais 1 ou 2 minutos
  57. Vire e deixe por mais 30 segundos para dourar o outro lado.
  58. No total serão 2 a 3 minutos na frigideira
  59. Em alguns casos, o pão pode inflar apenas de um lado. Quando isso acontece, pressione levemente a bolha de ar com uma espátula e segure. Logo o outro lado também infla.
  60. Assando na frigideira, não precisa cobrir os pães com um pano, pelo contrário, deixe eles sobre uma grade para perderem um pouco da umidade
  61. Em 30 minutos, tanto no forno quanto na frigideira, você já vai ter conseguido assar todos os pães
  62. Você pode comer na hora ou guardar em um saco plástico e consumir em 3 a 4 dias. Se congelar, os pães pita irão durar por mais de 15 dias.
  63. Receita de Pão Sírio